Quantos serviços gratuitos ou conteúdos gratuitos você consome todo dia? E quanto você paga para usar o Facebook ou o Youtube por exemplo?

Sem falar no Gmail, na Uol.com, no Dropbox entre diversos outros serviços que oferecem conteúdos gratuitos. E não podemos esquecer o maior de todos, o Google.

Imagina se o Google cobrasse R$ 0,10 centavos por cada busca que você realizasse. Eu já estaria devendo milhares de reais.

Mas porque as grandes empresas oferecem tanta coisa gratuita? Porque a sua empresa deveria oferecer também? É isso que você vai ver neste artigo.

Continue lendo para saber mais sobre:

  • Como funciona a economia em torno do grátis
  • Porque a maioria dos serviços do Google é grátis
  • Exemplos de empresas que utilizam o grátis como estratégia
  • Porque você deve oferecer conteúdos gratuitos

 

Como funciona a economia em torno do “Grátis”

Você pode até pensar que o grátis é apenas uma isca de marketing para tentar lhe vender outra coisa.

Mas com todo esse avanço tecnológico, computação nas nuvens e diversas vantagens que o ambiente digital nos proporciona, muitos serviços e informações são realmente grátis!

Próximo aos anos de 1980, King Gillette era um inventor frustrado. Ele era um vendedor de tampas de garrafas.

Dificilmente ele obtinha sucesso com suas ideias.

Um dia, seu chefe (da empresa de tampas de garrafas) deu uma ideia para que ele inventasse algo que as pessoas usassem e jogassem fora.

Certo dia enquanto fazia a barba, imaginou que a navalha podia ser feita com uma fina lâmina de metal.

conteudos gratuitos - gillette
Imagem ilustrativa.

Alguns anos depois nasceu o aparelho de barbear seguro e descartável.

No primeiro ano, Gillette vendeu 51 aparelhos de barbear e 168 lâminas.

Nos próximos 20 anos tentou as mais diversas técnicas de marketing que conseguiu pensar, mas também sem sucesso.

Ele tentava vender os barbeadores com diversos itens, como chicletes, pacotes de café, chá, etc.

Esses brindes ajudavam a vender os barbeadores, mas o que realmente ajudou Gillette a vender, foi dar os aparelhos de barbear.

Foi assim que ele gerou demanda para vender as lâminas de barbear. O cliente se acostumava com o aparelho, por ser descartável, mas precisava repor as lâminas para sempre ter um aparelho afiado em mãos.

Atualmente você pode ver esse modelo de negócios repicados em diversos setores como: dê o telefone celular e venda o plano mensal, dê uma limpeza dental e venda um implante, dê o estacionamento do supermercado e receba clientes para comprar, etc.

 

Porque a maioria dos serviços do Google é grátis?

google conteúdos gratuitos

Na maioria das vezes, o Grátis não é uma isca. Ele é influenciado pela capacidade de reduzir os custos de diversos bens/serviços a quase zero.

Isso é baseado na economia de bits, não de átomos. Por exemplo: Quanto custa para o Google lhe oferecer um serviço de email com 15gb de espaço?

Praticamente nada!

Quanto custa para o Youtube oferecer o serviço de hospedagem e compartilhamento de vídeos gratuitamente? Praticamente nada!

E quanto vai custar daqui há alguns anos? Menos ainda.

Acontece que se o Google não oferecer um serviço desses (e de extrema qualidade), seu concorrente vai oferecer mais cedo ou mais tarde.

Cada passo que a tecnologia dá é um passo dado para a economia.

Há alguns anos atrás, um processador Intel I7 custava muito mais do que está custando hoje e a tendência é diminuir cada vez mais.

Podemos utilizar como exemplo milhares de empresas que utilizam o grátis como modelo de negócios.

Uma ferramenta que eu utilizo por exemplo, o Mailchimp para envio de Email Marketing. Ele oferece um plano gratuito de 12 mil mensagens por mês para até 2.000 contatos. Caso você ultrapasse alguns desses limites, você tem a opção de contratar um plano maior.

O Buscapé também é outro exemplo da economia grátis. Quanto você paga para utilizar o sistema de busca e encontrar preços mais baixos em produtos de deu interesse?

O modelo de negócios do Buscapé permite que ele ofereça esta ferramenta gratuita e mesmo assim atinja grandes níveis de faturamento.

 

E na sua empresa, como oferecer conteúdos gratuitos?

conteúdo grátis para negócios

Você deve oferecer algum tipo de conteúdo ou serviço gratuito.

É claro que, como você viu em alguns exemplos acima, existe todo um modelo de negócios em volta do grátis.

Oferecer uma “amostra grátis” ou um “brinde” não quer dizer que você possui um modelo de negócios que possibilitará que sua empresa ganhe dinheiro com isso.

Mas ao mesmo tempo em que você oferece uma “amostra grátis”, você está gerando reciprocidade.

A reciprocidade é uma das maiores armas de persuasão. Quando você oferece algo, muito provavelmente você estará provocando um sentimento de dívida moral que podem incentivar seu cliente a se interessar e comprar de você.

Você pode aplicar no seu negócio o Grátis como um “bem complementar”, por exemplo:

Quando você vai até o posto de gasolina, para calibrar o pneu você não precisa desembolsar nada.

Mas muitas vezes você vai até o posto somente para calibrar os pneus e talvez já aproveite para abastecer, comprar um chocolate na loja de conveniência, comprar um chicletes para seus filhos, etc.

Isso acontece muito em estratégias de Inbound Marketing. Conheça alguns exemplos de Inbound Marketing.

Empresas oferecem conteúdos extremamente úteis e interessantes para seus clientes, com o intuito de educar e se relacionar com eles até que esse possível cliente possa ter interesse em seu produto até comprá-lo.

Isso se aplica praticamente a qualquer tipo de negócio. Basta você dedicar algum tempo para analisar alguns negócios ao seu redor, entende-los e adaptá-los ao seu negócio.

Outro exemplo para finalizar:

Quando você liga para um telefone celular e a pessoa não atende, você tem a possibilidade de deixar um recado gratuitamente.

Para a operadora isso custa praticamente nada, mas ela lucra muito com os usuários que pagam para ouvir essas mensagens de voz.

Espero que tenha gostado desse conteúdo. Analise seu modelo de negócios e encontre uma oportunidade para você trabalhar com um modelo Grátis.

Se tiver mais interesse nesse assunto, recomento que você leia o livro “Free – O futuro dos preços, de Chris Anderson”.

Deixe sua opinião nos comentários.

Abraços e até a próxima!


    2 responder para "Porque a sua Empresa Precisa oferecer conteúdos gratuitos?"

Leave a Reply

Your email address will not be published.